OS 10 CASTELOS MAIS BONITOS DA ALEMANHA


A Alemanha é um dos países com mais castelos no mundo, são autênticas obras de arte em alguns chegam a ter mais de um milhão de visitantes por ano, alguns dos castelos parecem ter saído de um conto de fadas, como são muitos os castelos na Alemanha, nós fizemos uma selecção de 10 castelos, das quais nós achamos ser os mais bonitos.

E você qual acha que é o castelo mais bonito?

1-Castelo Burg Satzvey


Com mais de 300 anos é um dos mais belos castelos com fosso na Renânia. As primeiro referências escritas são a partir de 1396, mas suspeita-se que seja mais antiga. A castelo pertenceu à família, Satzvey, e actualmente é a sede do Conde von Beissel Gymnich família.

2-Castelo de Hohenzollern


O Castelo de Hohenzollern (em alemão: Burg Hohenzollern) é um palácio fortificado da Alemanha situado a cerca de 50 km de Estugarda, entre as cidades de Hechingen e Bisingen, no coração do Jura suábio. Foi a residência dos condes suábios a partir da primeira metade do século XI. A família Hohenzollern chegou ao poder durante a Idade Média, tendo governado o Reino da Prússia, Brandemburgo e o Império Alemão até ao final da Primeira Guerra Mundial.

3- castelo de wernigerode


Wernigerode é uma cidade da Alemanha, localizada no distrito de Harz do estado de Saxônia-Anhalt.

Sua população é de 35.500 habitantes (1999) e durante o período de divisão da Alemanha em Ocidental e Oriental, se localizava muito próxima da fronteira entre as duas. Sua história começa com os condes de Wernigerode no século XII, sucessivos vassalos dos marqueses de Brandemburgo e dos arcebispos de Magdeburgo, até 1381.

Com o fim da linhagem, em 1429, o condado passou para as mãos dos condes de Stolberg, que fundaram o ramo de Stolberg-Wernigerode em 1645. Wernigerode entregou sua independência fiscal e militar à Prússia em 1714, ficando com alguns de seus direitos de soberania até 1876; em 1890, os condes de Stolberg foram alçados ao principado.

A cidade contém diversas construções de arquitetura gótica, incluindo uma bonita prefeitura com a fachada em madeira datada de 1498. Brandy, charutos e tinturas estão entre os principais produtos manufacturados e acima da cidade se ergue o castelo do príncipe Stolberg-Wernigerode, reconstruído no século XIX, com partes do castelo medieval original, construído no século XII.

4-Castelo de Drachenburg 


Schloss Drachenburg é uma casa privada em estilo palácio construído no final do século 19. Foi concluída em apenas dois anos entre (1882-84) no monte Drachenfels em Königswinter, uma cidade alemã no Reno, que fica perto da cidade de Bonn. Baron Stephan von Sarter (1833-1902), um corretor e banqueiro, planeva viver lá, mas nunca o fez.

Hoje, o Palácio está na posse da Fundação Estadual de North Rhine-Westphalia. É servido por uma estação intermediária no Drachenfels Railway.

5-Castelo de Neuschwanstein


O Castelo de Neuschwanstein (em alemão Schloss Neuschwanstein) é um palácio alemão construído na segunda metade do século XIX, perto das cidades de Hohenschwangau e Füssen, no sudoeste da Baviera, a escassas dezenas de quilómetros da fronteira com a Áustria.

Foi construído por Luís II da Baviera no século XIX, inspirado na obra de seu amigo e protegido, o grande compositor Richard Wagner. A arquitectura do castelo possui um estilo fantástico, o qual serviu de inspiração ao "Castelo da Cinderela", símbolo dos estúdios Disney. Apesar de não ser permitido fotografar o seu interior, é um dos edifícios mais fotografados da Alemanha e um dos mais populares destinos turísticos europeus, além de também ser considerado o "cartão postal" daquele país. O nome Neuschwanstein é uma referência ao "cavaleiro do Cisne", Lohengrin, da ópera com o mesmo nome.

6- Castelo Schwerin


O Castelo de Schwerin (em alemão: Schloss Schwerin o Schweriner Schloss) é um castelo situado na cidade de Schwerin, capital de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Alemanha.

Durante séculos estava a casa para os Duques e Grão-Duques de Mecklenburg e depois de Mecklenburg-Schwerin. Agora abriga a sede do Parlamento de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental. Na segunda guerra mundial serviu como maternidade

7-Castelo de Lichtenstein


O Castelo de Lichtenstein, também conhecido como "Castelo do Conto de Fadas", localiza-se sobre um penhasco nas montanhas suábias (Schwäbische Alb em alemão) próximo a Honau, em Baden-Württemberg, na Alemanha.

A sua primitiva construção remonta a cerca de 1200. À época, os senhores de Lichtenstein fizeram erguer, no local, o castelo "Alter Lichtenstein". Essa fortificação medieval foi por duas vezes destruída, em 1311 e em 1381, durante a Guerra do Império (Reichskrieg) pela cidade-estado de Reutlingen. Após a segunda vez, contudo, ela não foi mais reconstruída.

Em 1802 as ruínas do antigo castelo passaram para o rei Friedrich I de Württemberg que as fez demolir, erguendo em seu lugar um Pavilhão de Caça, que finalmente foi adquirido pelo duque Wilhelm I de Urach.

A actual edificação foi erguida entre os anos de 1840 e 1842 por iniciativa de Wilhelm I, duque de Urach, conde de Württemberg. Esse nobre, um apaixonado coleccionador de armas, armaduras e quadros, desejava um local para guardar as suas obras de arte e, evidentemente inspirado pelo romance "Lichtenstein" de Wilhelm Hauff, quis ter um autêntico castelo medieval. O romântico estilo neo-gótico do castelo foi criado pelo arquiteto Carl Alexander Heideloff.

8-Castelo Marksburg


Marksburg, junto ao rio Reno, é um castelo localizado na cidade de Braubach, em Renânia-Palatinado, na Alemanha. É o único castelo medieval do Médio Reno que nunca foi destruído. É um dos principais sítios do Património Mundial da UNESCO.

O castelo foi construído para proteger a cidade de Braubach e para reforçar as facilidades aduaneiras. Foi construído aproximadamente em 1117 e em 1231 foi mencionada pela primeira vez. Em 1283 o Conde Eberhard de Katzenelnbogen comprou o castelo.

9-Castelo de Hohenschwangau


O Schloss Hohenschwangau (literalmente: Castelo do Grande Condado do Cisne) foi a residência de infância do Rei Luís II da Baviera, tendo sido construído pelo seu pai, o Rei Maximiliano II da Baviera. Fica localizado na aldeia alemã de Schwangau, próximo da cidade de Füssen, parte do distrito de Ostallgäu, no sudoeste da Baviera, muito próximo da fronteira com a Áustria.

O Schloss Hohenschwangau foi construído sobre os restos da fortaleza Schwanstein, a qual é mencionada pela primeira vez em registos históricos datados do século XII. Um família de cavaleiros foi responsável pela construção da fortaleza medieval. Depois do desaparecimento dos cavaleiros, no século XVI, a fortaleza mudou de mãos várias vezes. A decadência do edifício continuou até que, finalmente, caiu em ruínas no início do século XIX.

Em 1829, o Príncipe da Coroa Maximiliano (mais tarde Rei Maximiliano II da Baviera) descobriu o lugar histórico e reagiu entusiasticamente à beleza da área envolvente, adquirindo a propriedade em 1832. Um ano depois teve início a construção do palácio, a qual continuaria até 1837. O arquitecto em funções, Domenico Quaglio, foi responsável pelo estilo neogótico do desenho exterior.

Mais de 300.000 turistas de todo o mundo visitam o palácio em cada ano. O edifício está aberto durante todo o ano (excepto no Natal). Pode ser visitado entre as 9 e as 18 horas de Abril a Setembro e das 10 às 16 de Outubro a Março. As visitas guiadas estão disponíveis em alemão, inglês, francês, italiano, espanhol, russo, checo, esloveno e japonês. As visitas livres não são permitidas.

10-Castelo de Eltz


O Castelo de Eltz (em alemão Burg Eltz), situado por trás de Wierschem, nas proximidades da cidade de Münstermaifeld, no Estado da Renânia-Palatinado, é um dos mais belos castelos da Alemanha. Está situado no vale do Elz, na separação de Maifeld com a frente do Eifel. Juntamente com o Schloss Bürresheim, o Burg Eltz é a única construção na região Maifeld-Eifel que nunca foi capturada ou destruída, tendo sobrevivido intacto às guerras dos séculos XVII e XVIII, assim como às convulsões sociais causadas pela revolução francesa.

Nos últimos 800 anos, o Burg Eltz permaneceu na posse da família com o mesmo nome. O actual proprietário do castelo, o Dr. Karl, Conde e Edler Herr von und zu Eltz-Kempenich chamado Faust von Stromberg, vive em Frankfurt am Main e no Eltzer Hof, em Eltville am Rhein. Este assumiu a tarefa de manter o edifício aberto ao público, de garantir a sua riqueza e de passar o castelo à 34ª geração.
Share on Google Plus

About Rui Medeiros

Curiosos no Mundo é um blogue que aborda vários assuntos, como Fotografia,Tecnologia,Bizarro,Cinema,Auto,Moda etc, aqui pode encontrar muitas curiosidades.
    Blogger Comment
    Facebook Comment